SOALHEIRO APOSTA NO DESENVOLVIMENTO DO ALVARINHO E MINISTÉRIO DA ECONOMIA FOI CONHECER O PROJETO

Sempre com foco no desenvolvimento da sua região: A origem do Alvarinho, o Soalheiro, primeira marca de Alvarinho de Melgaço, recebeu, ontem, 18 de janeiro, o Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, que foi a Melgaço conhecer um dos projetos de modernização e requalificação da adega Soalheiro. Trata-se de um projeto com financiamento aprovado pelo Programa de Desenvolvimento Rural 2020 (PDR 2020), num investimento global de 1 milhão de euros, em infraestruturas e equipamentos.
Quando questionados sobre o principal objetivo desta nova aposta, os produtores afirmam “essencilmente, queremos continuar a evoluir a empresa em termos de infraestruturas, equipamentos, enoturismo e conhecimento, para que consigamos continuar, sempre com a humildade da partilha e da parceria multidisciplinar mercados/fornecedor/cliente, o percurso feito até aqui. Muito importante nesta continuidade é a sustentabilidade ambiental e social.”
Para o Ministro, Pedro Siza Vieira, “estamos perante uma história de sucesso, bem estruturada e pensada. O percurso dos vinhos portugueses é um percurso de inovação e qualificação do capital humano e o Soalheiro é um excelente exemplo disso”. Apontando a marca como uma referência “ilustrativa e exemplar do caminho notável do posicionamento dos vinhos portugueses internacionalmente”, reforça “trabalhamos na valorização do nosso território e acreditamos que o contributo que a atividade vinícola tem no desenvolvimento do turismo é essencial.”
A visita foi acompanhada pelo Presidente da Câmara Municipal de Melgaço, Manoel Batista, a Secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho, o Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Silva Torres, e o Secretário de Estado da Valorização do Interior, João Paulo Catarino.

“Estamos perante uma história de sucesso, bem estruturada e pensada. O percurso dos vinhos portugueses é um percurso de inovação e qualificação do capital humano e o Soalheiro é um excelente exemplo disso” afirmou o Ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, durante a visita.