Churchill’s Dry White Port recebe pontuação de excelente da Wine Advocate

O Churchill’s Dry White Port obteve reconhecimento de qualidade em 2015 ao atingir a classificação de 91 pontos, atribuído pela Wine Advocate. Esta classificação posiciona este vinho do Porto da região do Douro nos mais altos padrões de excelência e legitima a sua elevada conceituação internacional.

O sistema de pontuação utilizado pela Wine Advocate possui uma escala de qualidade de 50-100 pontos e uma pontuação entre 90-95 refere-se “a um vinho de excepcional complexidade e carácter, ou seja representa vinhos excelentes”.

No ranking de 2015, o destaque para o Dry White Port deve-se à pontuação obtida mas também a leitura da revista para este vinho. Para Mark Squires o Churchill’s Dry White Port “é sobretudo seco, na percepção, mas não austero. Há apenas um ligeiro toque de açúcar no final” e refere ainda que este seco do porto tem a particularidade de “ser interessante para harmonização com certos tipos de queijos e outros alimentos. Para algumas harmonizações este pode ser o elo que faltava”, e remata: “gostei muito”.

Maria Emília, directora da Churchill’s aponta que “ter esta classificação de excelência para vários vinhos da Churchill’s é sempre gratificante, mas os 91 pontos para o Churchill’s Dry White Port é especial. A Churchill’s apostou na criação de um Porto Branco aperitivo diferente, de uma forma muito ousada e pioneira. No início dos anos 90, engarrafou o Vinho do Porto Dry White numa garrafa transparente, evitando referir propositadamente a indicação da idade. Assim só é possível distinguir que é um vinho com 10 anos pela cor dourada que a garrafa transparente deixa ver.”

“A história deste vinho é um verdadeiro desafio. Costumo dizer que é como as pessoas com personalidade. Ou se gosta ou se detesta. É o vinho dos grandes Chefs e é o vinho mais vendido no nosso centro de visitas” acrescenta a mesma responsável.