‘Herdade das Servas Parcela V tinto 2011’: um vinho digno de ‘Reis’

É oficial, entrámos (de pé direito) no novo ano! Com ele chega o ‘Dia de Reis’, que se celebra esta sexta-feira, 06 de Janeiro. E porque a efeméride merece, os alentejanos irmãos Serrano Mira sugerem ‘Herdade das Servas Parcela V tinto 2011’, um vinho de excelência que nos transporta para uma experiência vínica única. A prova viva do legado deixado pela produção vinícola na região; um vinho singular que comprova a capacidade de envelhecimento dos vinhos alentejanos.

Da fabulosa vindima de 2011 e já com cinco anos de vida, apresenta uma frescura fora do comum. De cor púrpura, sobressaem no ‘Herdade das Servas Parcela V’ os aromas a mirtilo e ginja. A identidade da sua origem está igualmente bem presente nas suas notas minerais, derivadas do solo de calcário pardo, com manchas de xisto; e do clima mediterrânico com elevadas amplitudes térmicas e Verões quentes e secos.

O ‘Herdade das Servas Parcela V tinto 2011’ é um vinho de extrema elegância e delicadeza. O equilíbrio perfeito entre as notas vegetais e a presença da barrica só é possível pelo processo de envelhecimento: estágio de 12 meses em barricas novas de carvalho francês e 4 anos em garrafa na cave.

Um vinho vibrante de final longo que apresenta ainda um excelente potencial de envelhecimento, ideal para acompanhar peixes assados no forno, carnes vermelhas e caça condimentadas, queijos intensos e enchidos.

Lançado no último trimestre de 2016 numa edição limitada a 1.000 garrafas, “carrega” a história de um Alentejo profundo e encerra o misticismo de uma parcela de Vinhas Velhas (daí o ‘V’), com mais de 70 anos, instalada nos Clérigos, uma das propriedades da família, em Borba.