‘Lavradores de Feitoria branco 2015’ chega ao mercado depois de distinção internacional

Depois do crescimento na Noruega, com a introdução de uma nova referência – o Cheda tinto –, é do exterior que voltam a surgir “boas novas” sobre o projecto duriense Lavradores de Feitoria e seus vinhos.

Acaba de ser divulgada a lista dos “50 Melhores Vinhos de Portugal para os EUA” e o ‘Lavradores de Feitoria branco 2014’ foi um dos eleitos. Uma excelente notícia que coincide com o lançamento da colheita de 2015, com um perfil idêntico ao do vencedor.

Produzido com uvas das castas Malvasia Fina, Síria e Gouveio, provenientes das diferentes quintas que compõem a Lavradores de Feitoria – actualmente são 19, embora nem todas com castas brancas –, o ‘Lavradores de Feitoria branco 2015’ é um vinho de lote, com um perfil jovem, frutado e fresco.

De fácil acesso no que toca aos pontos de venda, estando presente em garrafeiras e restaurantes, mas também em super e hipermercados, com um PVP de €3,99, é uma excelente opção para o consumo do dia-a-dia.

Na colheita de 2015, o Douro oferece-nos um vinho de cor palha limão, muito fresco e frutado. Os aromas são a citrinos, com apontamentos de alperce. No palato mantém-se a frescura e destaca-se a elegância.

Harmonioso, apresenta uma acidez equilibrada, com fruta viva a lembrar líchias e ananás. No conjunto, revela um excelente contraste entre frutos citrinos e tropicais.

Um branco que prima pela amplitude na harmonização, que vai desde saladas, sopas frias, peixes magros, mariscos, carnes brancas e massas com molho branco. É também uma boa escolha a solo, para refrescar os dias de calor que se adivinham!