Vinhos da Região do Tejo consolidam crescimento

Os valores acumulados até ao fim do terceiro trimestre deste ano (Jan-Set) permitem à Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) assinalar uma tendência positiva, já consolidada, com um crescimento de 5% face ao período homólogo do ano anterior.

Este aumento reflecte a retoma desta região vitivinícola e permite perspectivar a consolidação do crescimento das vendas quer no mercado interno como no mercado de exportação.

A certificação dos Vinhos do Tejo compreendeu um primeiro período de forte crescimento entre 2007 e 2011, de cerca de 9 milhões de garrafas em 2007 para cerca de 15,5 milhões em 2011 (em garrafas de 0,75 ltr.). Depois verificou-se uma estabilização do volume certificado entre 2012 e 2014.

Com os resultados agora apurados é possível constatar que a Região retomou de forma sustentada um novo ritmo de crescimento, resultante quer da forte aposta feita no mercado de exportação, nomeadamente nos Países definidos como estratégicos pelo Estudo entretanto elaborado e aprovado pela Região, quer da consolidação das vendas dos Vinhos do Tejo no mercado interno.

O objectivo continua centrado em atingir um crescimento a 2 dígitos e para isso os Agentes Económicos da Região continuam fortemente empenhados em acções de promoção em mercados estratégicos internacionais, sendo que o último trimestre do ano é aquele que geralmente apresenta um melhor comportamento de vendas.

Recentemente , nos eventos onde tem participado, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo) adoptou a expressão “Team Tejo”, um branding criado pela consultora Wine Intelligence e que corporiza o espírito de equipa dos Produtores desta importante região vitivinícola de Portugal.