‘Quinta da Serralheira’ já tem espaço próprio em Palmela

Os vinhos Damasceno e Nocturno já tinham o reconhecimento público e clientes fidelizados, mas não tinham um espaço só deles, para se darem a conhecer, serem apresentados, provados e vendidos.

No passado dia 21 de Novembro abriram-se as portas da renovada Quinta da Serralheira, totalmente (ou quase) recuperada e reconvertida em espaços onde predomina o bom gosto, com detalhes retro chique, e o recurso a materiais que se fundem com a natureza envolvente.

“A Quinta da Serralheira nasceu da necessidade de materializar um projecto que, desde o início, não tinha casa própria. A empresa utilizou uma Quinta cuja actividade anterior se encontrava extinta e, em Setembro de 2014, deu início a um ambicioso projecto de recuperação e reconversão de um espaço a poucos minutos do centro da Vila de Palmela. A quinta, para além de uma vinha com cerca de 2,5 hectares, conta com um espaço para eventos, um centro de estágio de barricas e um espaço onde funciona a loja de vinhos e toda a área administrativa e operacional da empresa”. Afirmou Lício Cardoso, responsável comercial da empresa.

O projecto começou em 2011 com a aquisição das várias propriedades e a reconversão das vinhas existentes. Em 2014, deu-se início à recuperação da Quinta da Serralheira, tendo a primeira fase da obra sido concluída Março de 2015.

As instalações recentemente inauguradas são, então, compostas por um espaço para a realização de eventos, com capacidade máxima para 150 pessoas; uma loja onde o visitante poderá adquirir os vinhos e produtos da Quinta da Serralheira, bem como produtos regionais, sendo um espaço intimista para acções de prova, workshops e degustações; e um edifício destinado à área administrativa.

O próximo passo será a construção da adega, cuja precisão de conclusão das obras está prevista para 2017.